Ir para o conteúdo

Ermida de São Lázaro

De fundação medieval, esta ermida arruinou-se por volta de 1650, sendo a actual resultado da reconstrução de 1680. A julgar pelo seu orago, São Lázaro, estaria associada a uma leprosaria atestada documentalmente desde os finais do século XIV que, segundo algumas crónicas, esteve primeiramente instalada no Rossio de São Brás (actual Jardim Municipal).

Está bastante degradada e totalmente espoliada de recheio sumptuário, mas a ruína foi recuperada mantendo apenas o que ainda restava. De qualquer forma, assinala-se a memória de uma instituição histórica local, a leprosaria.