Ir para o conteúdo

Capela dos Passos - Convento das Maltesas

Da responsabilidade da Irmandade do Senhor Jesus dos Passos, foram erigidas por esta em inícios do século XVIII. Inicialmente cinco, desapareceu, em 1960, a que estava junto da extinta Igreja de Santo André. As restantes, que são bastante semelhantes, estão situadas na Rua da Porta da Lage (no Bairro de Santiago), na embocadura da Rua Alexandre Herculano (antiga Rua de Malfor) com o Largo do Espírito Santo, no alçado exterior direito da Igreja de São Francisco e, finalmente, do lado esquerdo da frontaria do Convento das Maltesas. Ou seja, acompanham exactamente o percurso da já então existente Procissão do Senhor dos Passos, que em Estremoz se realiza no domingo anterior ao Domingo de Ramos.

A sua beleza muito deve ao mármore utilizado na sua construção, onde se destacam os brancos e os raiados com veios negros. As fachadas mostram-nos volutas enroladas, o emblema da Irmandade e as Chagas de Cristo. Outros elementos característicos do exterior são os pináculos piramidais ou os batentes de madeira almofadada. No interior destacam-se os altares de mármore decorados com vieiras e decoração geométrica, não esquecendo os belos retábulos.

Mas o maior realce terá que ser dado aos frescos que representam a Paixão de Cristo, com os versos em latim correspondentes, e aos painéis de azulejo, provavelmente da oficina dos Bernardes, do primeiro terço do século XVIII. Estes últimos apresentam motivos com meninos atlantes e pilastras. A temática varia de capela para capela, sendo no entanto toda referente aos momentos finais da vida de Jesus Cristo.