Estremoz já tem Equipa de Intervenção Permanente

 

A partir do dia de ontem, 3 de setembro, Estremoz já tem uma Equipa de Intervenção Permanente, resultante de um Protocolo estabelecido entre a Autoridade Nacional de Proteção Civil, a Câmara Municipal de Estremoz e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Estremoz.

A EIP de Estremoz era uma necessidade operacional já identificada, face ao nível de risco e ao número de ocorrências que se registam no concelho de Estremoz.

Num município com mais de 14.000 habitantes e com diversos riscos e vulnerabilidades, a criação de uma Equipa de Intervenção Permanente vem reforçar e melhorar a capacidade de socorro em múltiplas valências, como combate a incêndios, socorro às populações em caso de incêndios, inundações, desabamentos, abalroamentos e em todos os acidentes ou catástrofes, náufragios, socorro complementar, em segunda intervenção, desencarceramento ou apoio a sinistrados no âmbito da urgência pré -hospitalar, minimização de riscos em situações de previsão ou ocorrência de acidente grave e colaboração em outras atividades de proteção civil.

Esta Equipa é constituída por 5 operacionais, com diferentes competências, mas que trabalham diariamente com um objetivo comum, melhorar o socorro à população de Estremoz.

Estiveram presentes na cerimonia de apresentação da EIP o Sr. presidente do Município de Estremoz, Luís Mourinha, o Comandante Distrital de Operações de Socorro do Distrito de Évora, José Maria Ribeiro, em representação da Autoridade Nacional de Proteção Civil e o Presidente da Direção da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Estremoz, Carlos Machado, e representantes de outras entidades convidadas.

Com esta iniciativa o concelho de Estremoz está mais seguro!