Casa do Alcaide-Mor

A partir do século XV, com a pacificação generalizada do território português e com a grande apetência de D. Afonso V (r. 1438-1481) pela caça, o Paço Real estremocense (especialmente no Inverno) passa a albergar o monarca e a sua numerosa corte durante longos períodos, obrigando o alcaide-mor e a sua família a abandonar ciclicamente o paço.

É neste contexto que D. Sancho de Noronha manda construir esta casa nobre para sua residência privada em torno de 1450, valorizando o burgo medieval com a mais interessante fachada de arquitectura civil da zona alta de Estremoz. Esta revela uma hibridez de notável singularidade, evidenciando vários estilos desde o Mudéjar (século XV e inícios do século XVI, coexistente com o Gótico Final e o Manuelino), o Renascimento, o Manuelino ou o Neoclássico.

Horário: Visita só do exterior