Calçadas de Estremoz

A calçada portuguesa tem em Estremoz um exemplo paradigmático, acrescido do facto de ser toda elaborada em mármore, característica comum a toda a Zona dos Mármores, valorizando bastante esta manifestação importante do património cultural português. As zonas artisticamente mais interessantes localizam-se por toda a zona baixa da cidade, tendo sido todas já executadas durante o século XX.

De salientar o painel junto à Casa de José Sousa (actual sede do pólo da EPRAL de Estremoz), evocativo da implantação da República Portuguesa, e que terá sido colocado naquele local, segundo relato oral de um familiar daquele, por José Lourenço Marques Crespo (Presidente da Câmara Municipal de Estremoz entre 1923 e 1926) como provocação contra o monárquico José Sousa