Teatro Bernardim Ribeiro

Classificado com Imóvel de Interesse Municipal desde 1997, o Teatro Bernardim Ribeiro é uma dos ex-libris da cidade de Estremoz e a principal sala de espectáculos do concelho.
 
Iniciado em 1916, depois da tomada de consciência por parte de um grupo de notáveis estremocenses da necessidade de construir uma sala de espectáculos com as devidas condições, foi inaugurado em 22 de Julho de 1922, com a presença da Companhia Amélia Rey Colaço - Robles Monteiro. Insere-se na tipologia de teatros de inspiração italiana, o projecto é da autoria de Ernesto da Maia e as pinturas decorativas são do pintor Benvindo Ceia. Em frente aos camarotes, alternam pinturas a óleo, onde figuram grandes nomes da dramaturgia nacional de finais do séc. XIX e inícios do séc. XX. Em 1991 sofreu obras profundas de remodelação e restauro e em 2003, após um incêndio situado na área do palco, teve a recuperação integral daquela zona.
  
O Teatro Bernardim Ribeiro, propriedade do Município de Estremoz, representa um instrumento de grande importância na prossecução das políticas de desenvolvimento cultural definidas pelo executivo da autarquia, constituindo um espaço privilegiado de promoção e difusão de actividades culturais, artísticas e recreativas. 
O Teatro Bernardim Ribeiro está vocacionado como espaço nobre de serviço público, no qual se visa promover e divulgar actividades no âmbito da cultura e das artes. Nomeadamente, pretende-se incentivar, através da dinamização do Teatro, o cinema experimental e/ou de qualidade, o teatro, de origem nacional ou estrangeira, as manifestações teatrais ou para-teatrais de raiz popular e tradicional, a música erudita e/ou tradicional, a dança e o bailado, a ópera, leituras ou recitais poéticos, conferências, debates e colóquios sobre temas científicos ou artísticos e exposições.
 
Sob a gestão da autarquia local, apresenta programação regular, com propostas culturais de diferentes áreas artísticas (dança, música, teatro, cinema, artes plásticas/visuais e pluridisciplinar) e diferentes formatos (espectáculos, cursos, residências artísticas, exposições, etc.).
 
Para além das acções promovidas pela autarquia deverão ter lugar no Teatro Bernardim Ribeiro eventos levados a cabo por entidades terceiras, que possam, de alguma forma, reconhecidamente, contribuir para a dinamização cultural e artística do município.