Abate de árvores nos Casais de Santa Maria

 

 
Procedeu-se ontem, dia 11 de janeiro, ao início do abate de árvores na Praceta dos Casais de Santa Maria, resultado de um inquérito elaborado aos moradores.

Na sequência das reclamações manifestadas pelos moradores daquele Bairro dos Casais de Santa Maria, respeitantes à grande quantidade de aves que pernoitavam nas árvores existentes na praceta, originando situações de desconforto para os habitantes, foi feito um inquérito aos moradores, tendo os mesmos concordado que as árvores da praceta fossem substituídas por outra espécie mais adequada. A espécie de árvores que agora foram abatidas, Ligustrum japonica, caracteriza-se por possuírem bagas que atraem as aves, que ali encontram condições de habitat, causando os distúrbios que são relatados pelos moradores. 

As reclamações dos moradores incidiam na excessiva presença de excrementos diários nas varandas dos prédios, nas roupas dos estendais, nas viaturas, no mobiliário urbano e em toda a praceta, assim como na recorrente obstrução das caleiras dos edifícios, provocados pelas bagas das árvores e pelos excrementos das aves.