A não perder

Porquê escolher Estremoz como destino turístico?

Porquê perder-se em Estremoz?

Por que razão Estremoz tem mais encanto?

Para responder a estas questões damos-lhe, pelo menos, 13 razões para nos visitar. É costume dizer-se que o número 13 dá azar, mas poderá comprovar que, qualquer que seja a razão, será uma sorte poder visitar e descobrir os encantos de Estremoz.

Descobrir mais de oito séculos de História

Descobrir mais de oito séculos de História

A região de Estremoz é habitada pelo Homem desde tempos remotos mas, de acordo com os dados históricos existentes, a fundação da povoação remonta a inícios do século XIII. Aqui permaneceu e faleceu a Rainha Santa Isabel, figura ímpar da História de Portugal. A Praça Militar de Estremoz desempenhou, em vários períodos da nossa História, um importante papel na defesa da fronteira portuguesa. A Convenção de Evoramonte, assinada nesta vila em 1834, pôs termo à guerra civil entre liberais e absolutistas, resultando no triunfo do liberalismo em Portugal.

Percorrer um concelho com três castelos

Percorrer um concelho com três castelos

Para além do Centro Histórico de Estremoz com a sua Torre Medieval e as suas fortificações seiscentistas, não deixe de fazer uma visita ao castelo de Evoramonte, com a sua imponente Torre/Paço Ducal, donde se avista um panorama único para a paisagem envolvente. Na outra extremidade do concelho, o castelo de Veiros guarda o território, sobranceiro à Albufeira de Ana Loura, sendo outro dos pontos obrigatórios numa visita a Estremoz. 

Passear na Maior Praça do País

Passear na Maior Praça do País

O Rossio Marquês de Pombal é considerado por muitos a maior e mais bela praça do país. É a grande “sala de visitas” da cidade, pois é o grande ponto de encontro entre as gentes locais e aqueles que nos visitam. Esta praça está envolta por um património arquitetónico e histórico de grande valor, como por exemplo a Igreja de São Francisco, o Convento dos Congregados, o Convento das Maltezas, o Café Águias d’ Ouro ou o Lago do Gadanha.

Fazer compras no Mercado de Sábado

Fazer compras no Mercado de Sábado

O mercado tradicional realiza-se todos os sábados de manhã, no Rossio Marquês de Pombal. Semanalmente, o campo vem à cidade e traz cestos e bancadas cheios de frutas, hortaliças, cereais, azeite, queijos, azeitonas, enchidos e animais.

A par deste mercado, também na Feira de Antiguidades e Velharias o visitante tem a oportunidade de viajar no tempo, através dos objetos e artigos expostos nas bancas improvisadas ou no chão. Mobiliário, bordados, faianças, porcelanas, cobres, livros, discos, moedas, postais, selos, grafonolas antigas e utensílios agrícolas, são apenas alguns exemplos do que se pode encontrar nesta feira.

Subir às Fortificações de Estremoz

Subir às Fortificações de Estremoz

A cidade de Estremoz possui um complexo sistema fortificado que se divide em dois núcleos, o medieval e o seiscentista, estando a estrutura muralhada classificada como Monumento Nacional desde 1910.

De salientar os baluartes e as portas militares denominadas de Santo António, de Santa Catarina, dos Currais e de Évora, construídas e decoradas em mármore.

Comprar um Boneco de Estremoz

Comprar um Boneco de Estremoz

As mãos habilidosas que trabalham o barro dão vida aos emblemáticos Bonecos de Estremoz que, com as suas cores garridas, encantam quem por aqui passa e são candidatos a Património Cultural Imaterial da Humanidade. No século XVIII, os barristas foram dando forma a peças únicas e conhecidas internacionalmente, como o são exemplo os famosos Presépios de Altar, o “Amor é Cego”, a “ Primavera”, os “Pucarinhos” ou, mais recentemente, o boneco “Rainha Santa Isabel”. 

Descubra este Tesouro de Estremoz nas várias oficinas e lojas da cidade e deixe-se encantar por um património que, certamente, irá ser de toda a humanidade. 

 

Degustar uma Gastronomia rica e variada

Degustar uma Gastronomia rica e variada

Estremoz é famosa pela diversificada gastronomia que se pode encontrar nas suas tascas típicas, restaurantes tradicionais e restaurantes de cozinha de inovação, que se servem dos produtos tradicionais alentejanos para atingir patamares e paladares de excelência. 

Da mesma forma se destaca a doçaria, de forte tradição conventual, feita à base de gemas de ovos, amêndoas e gila. Não deixe de levar consigo um “Gadanha” ou um “Rainha Santa”, duas delícias para todos os sentidos.

Também os produtos agroalimentares fazem crescer água na boca e levam-nos a percorrer quilómetros para os provar ou recordar. Com aquele sabor tão típico, apenas fazem sentido acompanhados pelo sabor do nosso vinho e envolvidos pela nossa paisagem.

Saborear os Vinhos de Estremoz

Saborear os Vinhos de Estremoz

A paisagem rural povoa-se de vastos vinhedos, ao longo de extensas planícies levemente onduladas, sob o sol escaldante que ilumina e amadurece as uvas que se transformam nos vinhos de Estremoz. Existem mais de 20m adegas no território do concelho de Estremoz, cada uma com uma série de rótulos tintos, brancos e rosé, pelo que o difícil será conseguir escolher que vinho levar.

Aliado à produção de vinho, observa-se o desenvolvimento do Enoturismo, proporcionando aos visitantes um conjunto diversificado de serviços entre os quais: visitas guiadas, provas de vinhos e produtos regionais, exposições e loja de vendas.

Participar em Eventos para todos os gostos

Participar em Eventos para todos os gostos

Anualmente realizam-se três feiras tradicionais, nos meses de maio, julho e novembro, junto ao Parque de Feiras e Exposições.

De destacar também três importantes eventos: a FIAPE (Feira Internacional de Agropecuária e Feira de Artesanato), sempre em finais de Abril e início de Maio; o Festival da Rainha, uma feira medieval que acontece em meados de maio no castelo de Estremoz; e a Cozinha dos Ganhões, o grande certame de cozinha alentejana, no final de Novembro.

 

Descobrir o Património Natural: perca-se na Paisagem!

Descobrir o Património Natural: perca-se na Paisagem!

Estremoz tem uma clara vocação para o Turismo Ativo e de Natureza. A beleza da paisagem convida aos passeios pedestres e a cavalo; a Serra d’Ossa desafia os mais ousados a percorrê-la em provas de Trail Running e de BTT, e as estradas municipais, que acompanham a planura do território, são excelentes para o cicloturismo.

Quando pensamos em Estremoz, a primeira imagem remete-nos para o amarelo das searas, mas é na Serra d'Ossa que a paisagem é rainha, emoldurada pelo verde da vegetação e preservando ainda alguns mantos de mata e matagais mediterrânicos, constituindo um património natural favorável à biodiversidade, em muitos casos específica desta região.

Dormir uma noite de sonho

Dormir uma noite de sonho

Como destino bem preparado para receber, o concelho de Estremoz dispõe de várias unidades de alojamento, para que o bem-estar dos nossos visitantes seja total! Há acomodações para todos os bolsos e gostos. Estremoz tem uma Pousada Histórica e vários Hotéis, mas existe uma diversidade de opções mais baratas, como pensões, residenciais e alojamento local que se distribuem em volta do Rossio.

Para aqueles que procuram um contacto mais direto com a natureza têm ao seu dispor várias unidades de Turismo em Espaço Rural.

Assistir a um espetáculo no Teatro Bernardim Ribeiro

Assistir a um espetáculo no Teatro Bernardim Ribeiro

Estremoz tem um dos Cineteatros mais bonitos do país. O Teatro Bernardim Ribeiro é o maior e mais emblemático espaço cultural da cidade, sendo de destacar a excecional qualidade de espetáculos apresentados, desde peças de teatro encenadas por grandes artistas nacionais, óperas, concertos musicais, dança, noites de fados, entre outros espetáculos de cariz cultural. É também aqui que, semanalmente e recorrendo à mais moderna tecnologia digital, passam os maiores sucessos de bilheteira do Cinema.

Sentir a imponência de uma pedreira de mármore

Sentir a imponência de uma pedreira de mármore

Visitar uma pedreira de mármore é uma experiência única. Descubra a magnificência do património industrial associado à extração de mármore, visitando a Pedreira Municipal. Na região de Estremoz, a indústria de extração do mármore branco assume proporções de exceção que merecem ser conhecidas. Entre nesta aventura e verifique com os seus próprios olhos a imponência das pedreiras de mármore e a marca que deixaram na paisagem estremocense.

Estremoz é conhecida pela “cidade branca” do Alentejo, devido ao mármore branco, elemento que marca fortemente a paisagem urbana, já que não deve existir na cidade um único edifício, calçada ou chafariz que não possua este material de construção. Este recurso geológico é explorado há muito pelo Homem, tendo sido utilizado em inúmeros monumentos nacionais e internacionais de grande valor patrimonial e arquitetónico, como o são exemplo o palácio islâmico de Madinat al Zahra, em Córdoba, e o Templo Romano de Évora, entre outros.