Jornada sobre a I Guerra Mundial em Estremoz

 

No dia 19 de outubro realiza-se, em Estremoz, uma Jornada sobre a "I Guerra Mundial".

Em outubro de 2018 o CIDADE, o Regimento de Cavalaria 3, a Delegação de Estremoz da Cruz Vermelha e o Núcleo de Estremoz da Liga dos Combatentes, promoveram uma Jornada sobre a I Guerra Muncial associando-a ao centenário do Armistício e passado um ano resolveram juntar-se novamente, para assinalar o centenário do Tratado de Versailles (28 de junho de 1919).

Este dia será uma oportunidade de relexão sobre a Guerra de 14-18, composta pelas seguinte iniciativas:

- 11:00 horas - Exposição "A I Grande Guerra e Memórias de Estremoz", no Regimento de Cavalaria 3 (sala do capítulo).

Com esta exposição pretende-se evocar a I Grande Guerra e, simultaneamente recuperar algumas memórias de antigos combatentes de Estremoz.

Assim, ela terá duas componentes: uma elaborada pelo exército, a que juntará algum espólio da Cruz Vermelha Portuguesa; uma segunda componente que resulta de um trabalho de recolha de memórias de/sobre antigos combatentes de Estremoz.

- 16:00 horas - Conferência "A guerra que mudou o mundo", no Salão Nobre da Câmara Municipal de Estremoz, com o Doutor Nuno Severiano Teixeira.

Fez este ano cem anos, a 28 de Junho de 1919, que foi assinado o Tratado de Versalhes que, formalmente, pôs fim aquela que todos chamavam a Grande Guerra. Tinha começado cinco anos antes, quando um nacionalista sérvio, Gravrilo Princip, assassinou o herdeiro do trono do Império Austro-Húngaro, o Arquiduque Francisco Fernando, na ponte velha da pequena cidade de Sarajevo. Cinco anos que mudaram o mundo. Dos tratados de paz. Quais, como e onde é do que se tratará nesta conferência.

Esta iniciativa conta com o apoio da Câmara Municipal de Estremoz e do Centro de Ciência Viva de Estremoz.