Logotipo promocional

O Concelho de Estremoz possui uma elevada riqueza patrimonial, do ponto de vista material e imaterial, bem como uma localização geográfica privilegiada, o que lhe confere condições ideais de atractividade turística.

A pensar na divulgação e na dinamização turística do Concelho, a Câmara Municipal de Estremoz desenvolveu uma nova imagem promocional, constituída por um logótipo e uma assinatura/slogan.

Esta nova imagem é formada por vários elementos gráficos que procuram representar a identidade do Concelho, em termos de História, património monumental, lendas e tradições, economia e paisagem.

A palavra Estremoz é o elemento dominante da composição, surgindo na cor terracota para simbolizar o barro e as mãos talentosas dos artesãos que, a partir dele, criam os tradicionais Bonecos de Estremoz. O tipo de letra utilizado é do género "script", manuscrito, para dar a ideia do trabalho manual, dando ênfase a um dos principais sectores da economia local: o artesanato.

 

Para além da palavra Estremoz surgem associadas ao logótipo várias imagens que o complementam:

  • À esquerda, a representação simplificada da Rainha Santa Isabel, através de traços fortes que estão relacionados com a sua imagem: a coroa de rainha, a face imaculada e o hábito de clarissa. A Rainha Santa Isabel é uma das principais figuras da História Estremocense, na medida em que viveu no castelo de Estremoz e foi nesta cidade que faleceu a 4 de Julho de 1336; 
  • A coroa da Rainha possui um formato que se assemelha a uma parte de muralha, com três merlões e duas ameias. Pretende-se desta forma simbolizar o património monumental do Concelho e os seus três castelos: Estremoz, Evoramonte e Veiros. O formato da coroa sugere ainda a implantação dos três castelos no território, começando do ponto de menor altitude (Veiros), passando por Estremoz na posição central e terminando no ponto de maior altitude e extremidade ocidental do Concelho (Evoramonte); 
  • A figura da Rainha, no seu todo, sugere ainda a silhueta da Torre de Menagem do Castelo de Estremoz, sendo o seu interior branco para representar o material com que foi construída e que é um dos principais produtos da economia local: o mármore
  • Na base da palavra Estremoz encontram-se duas colinas. Estes elementos representam a Serra d'Ossa e o mundo rural. Através desta iconografia, pretende-se dar destaque à forte relação existente entre a cidade de Estremoz e o território rural envolvente, relação esta que é notória aquando da realização do tradicional mercado semanal, onde o campo vende à cidade aquilo que produz; 
  • As colinas possuem três linhas coloridas que representam a vinha e o vinho. A vinha tem vindo a transformar a paisagem rural do Concelho e o vinho é o seu principal produto económico. Ao vinho, está também associada a excelente e diversificada gastronomia Estremocense. 
  • Tal como as linhas, também a paisagem rural do Concelho se sujeita à transformação e ao ciclo anual: o verde do Inverno dá lugar ao colorido da Primavera; no Verão a paisagem seca e fica amarela; no Outono a paisagem veste-se de laranja e de vermelho. Esta passagem do ciclo anual é bem marcada no concelho de Estremoz e, por isso, está também representada no logótipo; 
  • Numa das colinas, vislumbra-se a silhueta de uma árvore isolada, que possui a forma de uma folha de tremoceiro e que ocupa o lugar da letra "o" em Estremoz. É através deste ícone que se representa a Lenda da Fundação de Estremoz e a origem do seu topónimo, que muitos historiadores associam à palavra tremoceiro;

 

O logótipo é acompanhado por uma assinatura, Estremoz tem mais encanto, que procura reunir numa frase toda a identidade cultural do Concelho, demonstrando que há mais em Estremoz para oferecer a quem a visita: monumentos, História, paisagem, tradição, talento, arte, ruralidade, pessoas, natureza e produtos regionais de elevada qualidade.