Biblioteca Municipal

A Biblioteca Municipal de Estremoz (BMETZ) encontra-se organicamente integrada na Divisão Administrativa, Financeira e de Desenvolvimento Social e Cultural do Município de Estremoz.

Procurando ir ao encontro dos princípios enunciados no Manifesto da Unesco sobre as bibliotecas públicas, tem como missão ser o centro local de informação e acesso ao conhecimento.

A BMETZ disponibiliza um conjunto de serviços e recursos a toda a comunidade, visando o seu desenvolvimento social e cultural, sem distinção de idade, raça, sexo, religião, nacionalidade, ou condição social.

 

 

Decorria o ano de 1870 quando, pelo Decreto de 2 de Agosto, foram criadas as Bibliotecas Populares em Portugal, entre elas a de Estremoz. Porém, só passados nove anos, o governo entregou uma remessa de livros à Câmara Municipal com esta finalidade, sendo a Biblioteca e o museu anexo inaugurados a 2 de Maio de 1880, numa das alas do 1º andar do edifício camarário, antigo convento dos Congregados, situado na principal praça da cidade.

No início dos anos 20 do século passado, a Biblioteca foi transferida para o local onde hoje se encontra, o espaço correspondente à antiga igreja do convento, no rés-do-chão do mesmo edifício.

            Nos anos 60 a Fundação Calouste Gulbenkian (FCG) instalou em Estremoz a Biblioteca Fixa nº 153 que, funcionando num local pouco apelativo, junto à morgue do hospital, foi transferida em 1970 para o espaço da Biblioteca Municipal, ex Biblioteca Popular, passando esta para uma sala no interior do claustro do edifício, onde tinha funcionado o antigo tribunal.

Coexistiram estas bibliotecas durante mais de três décadas, colmatando as falhas de uma com as existências da outra.

Em finais de 2002 a FCG entregou à Câmara Municipal de Estremoz todo o acervo da Biblioteca Fixa, tendo-se procedido de forma gradual à unificação das duas bibliotecas.

  • Área de leitura geral de adultos
  • Área de publicações periódicas
  • Área Infanto-Juvenil
  • Fundo Local e Regional
  • Espaço Internet

A BMETZ possui um fundo documental diversificado, abrangendo todas as áreas do conhecimento. Conta com mais de 44000 títulos, dos quais cerca de 1200 constituem o seu fundo antigo (séc. XVI, XVII e XVIII); uma vasta coleção de publicações periódicas; o fundo local e regional (informação relativa ao concelho de Estremoz e Alentejo) e o arquivo fotográfico.

  • Leitura e consulta presencial de livros, jornais e revistas;

  • Empréstimo domiciliário;

  • Acesso ao fundo local e regional;

  • Utilização de computadores

  • Acesso à Internet (incluindo acesso wireless);

  • Acesso ao catálogo bibliográfico;

  • Serviço de Animação e promoção do livro e da leitura;

  • Impressões, digitalizações e fotocópias;*

  • Consulta e cedência de imagens do Arquivo Fotográfico;*

  • Venda de publicações editadas/patrocinadas pelo Município.


    * Mediante pagamento conforme tabela de tarifas do Município de Estremoz

“Quintas” de Encantar*

O amor pelos livros não é coisa que apareça de repente, é preciso ajudar a criança a descobrir o que eles podem oferecer. Por isso é importante que o livro seja tocado e folheado para que o contacto seja literalmente físico. A  Biblioteca é o espaço privilegiado para isso.

Assim a BMETZ iniciou em 2015 um projeto de promoção do livro e da leitura dirigido às escolas do pré-escolar e do primeiro-ciclo.

Todas as segundas e terceiras quintas-feiras de cada mês às 10h15m e  às 11h15 a BMETZ dá vida ao projeto “Quintas de Encantar”,  com o qual pretende conquistar pequenos leitores. Essa conquista passa por lhes transmitir a magia dos livros de uma forma lúdica, encenada e animada, dando-lhes assim ferramentas para estimular a imaginação e curiosidade para continuarem sozinhos nessa aventura e descoberta.

* Sujeito a marcação prévia pelo telefone 268 339 225

 

 

Contos à 6ª

A leitura e os livros não se esgotam no contexto da sala de aula.

Considerando que as famílias devem ter um papel ativo em todo o desenvolvimento das crianças, incluindo no desenvolvimento do gosto pela leitura, a BMETZ tem ao dispor das famílias, nas últimas sextas-feiras de cada mês, às 17:45h, sessões de animação do livro e da leitura.

Com os “Contos à 6ª” pretende-se deliciar miúdos e graúdos  através da exploração de livros e histórias das mais variadas maneiras, onde na maior parte das vezes as crianças e familiares são convidadas a participar ativamente na história.

 

Histórias que se Cruzam

A Biblioteca Municipal de Estremoz tem ao dispor dos utentes das instituições da 3ª idade do concelho, um conjunto de serviços em torno do Livro e da Leitura, de forma a enriquecer as valências no âmbito da animação e lazer.

Uma vez por mês a BMETZ visita doze (12) instituições do concelho, promovendo momentos de animação onde o livro, a leitura o contar e o ouvir histórias são os ingredientes principais.

A troca de experiências e de histórias é de tal forma enriquecedora que a BMETZ leva livros com histórias e traz na bagagem muitas páginas de histórias que davam um livro.

Com este projeto a BMETZ pretende que o livro se torne um elemento ativo no “combate” à solidão e marasmo em que muitos destes utentes se perdem com o passar do tempo e também na reabilitação psíquica, emocional e até física.


 

As instituições do concelho interessadas em participar no projeto podem contactar os serviços da Biblioteca através do seguinte endereço: dora.c.amaro_at_cm-estremoz.pt

A dinâmica das parcerias de colaboração com outras entidades e instituições tem-se revelado fulcral.

Colaborar e formar parcerias é sinónimo de chegar mais além, de obter melhores resultados e de atingir metas que, de forma isolada, levariam mais tempo a concretizar ou nem sequer se atingiriam.

Neste contexto, a relação entre as Bibliotecas Escolares e a Biblioteca Municipal de Estremoz tem ganho espaço e importância, evidenciando que não se devem sobrepor mas sim complementarem-se na formação de leitores.